terça-feira, 21 de maio de 2013

CIGANOS NA UMBANDA


              

                  As giras do povo cigano dentro da umbanda tem se tornado cada vez mais comuns nos terreiros. Há duas décadas atrás eram muito raros terreiros que trabalhassem com essa linhagem. Com toda sua magia, cores e particularidades, as falanges ciganas vem atraindo cada vez mais simpatizantes para o culto umbandista e deixando sua marca  com giras e festas sempre muito bonitas e alegres.
            As ciganas e ciganos da espiritualidade chegaram ao culto de umbanda através de entidades denominadas exus ciganos e pombagiras ciganas. Estas entidades abriram caminhos para a chegada dos demais espíritos ciganos. Trabalharam por muito tempo e ainda trabalham nas giras de exus, pois são exus, porém com encarnações ciganas em suas histórias de vida. Recebem oferendas que tem elementos de exus e de ciganos, são alegres, sábios, extrovertidos, trabalham sempre dançando e cantando. Eles preparam a umbanda, médiuns e dirigentes para que espíritos de cultura cigana pudessem finalmente complementar o trabalho das casas de santo.
            Os espíritos que trabalham nas giras ciganas não são exus em sua maioria, pois ainda existem exus e pombagiras ciganas, eles são encantados, são espíritos que tiveram encarnações ciganas e conviveram com a cultura cigana. São espíritos que viveram em todas as partes do mundo, Índia, Europa, Ásia num todo, enfim, sabemos que por todas as regiões do mundo passaram grupos de andarilhos nômades. Cada grupo com sua origem e particularidade, com seus costumes próprios, suas línguas e danças. A língua dos ciganos é o Romaní, porém como passaram por todo o mundo, cada grupo fala também o idioma dos locais onde viveram. Ao incorporar,a grande maioria destes espíritos são preparados para utilizar a língua do médium e da comunidade que atendem; alguns no entanto, de desencarne mais recente ainda utilizam a língua de suas últimas encarnações ou apresentam sotaques vestigiais em suas falas.
            Os ciganos adoram o colorido, dessa forma, as giras e trabalhos ciganos são sempre muito bonitos visualmente e espiritualmente. Grupos de diferentes culturas ciganas descem à Terra e se confraternizam numa mesma sessão, trazendo elementos e formas de trabalho diferentes, dependendo de sua evolução, suas vidas passadas e seu aprendizado. Por tanto é comum vermos ciganas que utilizam leques, outros que utilizam baralhos, outros que lêem as mãos, outros que trabalham bebendo apenas água, alguns que fumam, outros que não, ciganas com pandeiros, castanholas, lenços, punhais; enfim a gira cigana é uma explosão de cores e elementos e, também, de sabedoria.
            Os espíritos ciganos trabalham na umbanda de forma livre, como também viveram na Terra nesta forma. Assim, eles não estão presos a nenhuma linha de trabalho, constituem uma linha auxiliar de trabalho, servindo a todos os Orixás e demais falanges. Trabalham para todos os fins, em especial, cura, amor e negócios. As ciganas são grandes feiticeiras do amor. Amam a vida e só fazem o que amam, vivem o amor e para o amor; os ciganos são ótimos negociantes, gostam de trabalhar para comércios e negócios em geral; e os ciganos e ciganas mais ligadas ao povo oriental, trabalham muito com a cura, com a fluidificação de água, chás e passes mediúnicos.
            Os andarilhos são misteriosos e alguns deles trabalham com seus médiuns toda uma vida sem revelar seus nomes, identificando-se apenas como Cigana da Estrada, Cigano Andarilho, Cigana das Almas, entre outros nomes; mas quando o médium busca conhecimento e os ciganos passam a confiar em seus aparelhos (confiança é um valor muito importante nas tribos ciganas), eles revelam seus nomes, que geralmente são nomes de uma encarnação cigana destes espíritos na Terra, seguidos ou não de seus lugares de origem ou elemento da natureza em que atuam. Por exemplo, são espíritos e falanges comuns na umbanda: Cigana Rosa, Cigano Wladmir, Cigana Esmeralda dos Ventos, Cigana Carmem de Sevilha, Cigano Ramiro Marroquino, Cigano Ramiro do Oriente, Cigana Sandra, Cigana Yasmin, Cigana Helena, Cigana Joana, Cigana Ísis do Oriente, Cigana Rayane, Cigana Mel, Cigana Melissa, Cigana Marroquina, Cigana Ametista, Cigana Sara, Cigana Sulamita, Cigana Rosita, Cigana Carmensita, Cigano Ramom, Cigano Pablo, Cigano Rafael, Cigano Diego, Cigano Heitor, Cigano Juan, Cigano Juanito, Cigano Agmom, Cigana Morgana, Cigana Íris, Cigana Elisa, Cigana Conchita, Cigano Henrique, Cigano Dário, Cigano Hiago, Cigana Cristal, Cigana Lua, Cigana Raio de Sol, entre outros espíritos ciganos.

13 comentários:

  1. Linda explanação do nosso lindo, colorido, amado e como o mesmo texto diz, encantado povo cigano... Salve todos os ciganos de umbanda... salve suas forças, suas formas de trabalho, seus mistérios... Salve Santa Sara.... Optcha...Arriba gitano !!!

    ResponderExcluir
  2. Olá,gostaria que me tirem uma dúvida. Eu tenho um Cigano chamado Diego,mais gostaria de saber sua historia e sua personalidade e seu tipo de oferendas. Só descubrir que tenho ele porque ele me apareceu em sonho. Se for possivel me ajudem, necessito muito de ajuda.

    ResponderExcluir
  3. Sabe alguma coisa sobre a Cigana Helena

    ResponderExcluir
  4. Sabe alguma coisa sobre a Cigana Helena

    ResponderExcluir
  5. Alguem conhece A cigana Raio de SOl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EWu tambem gostaria muito de saber sobre a Cigana Raio de Sol, mais nao tem nada sobre ela na internet.

      Excluir
  6. Gostaria de saber algo sobre o cigano Dário.

    ResponderExcluir
  7. Gostaria muito de saber sobre a Cigana Helena. Obrigada a quem puder me ajudar.

    ResponderExcluir
  8. Ninguem responde as nossas perguntas?

    Alguem sabe algo sobre a Cigana Raio de Sol?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tb gostaria muito de saber sobre essa cigana.

      Excluir
  9. Bom dia.... gostaria de saber mais sobre a Cigana Raio de Sol

    ResponderExcluir
  10. So acho no You Tube uma homenagem a Santa Sara e Raio de Sol.

    https://www.youtube.com/watch?v=p4QpVIpZB-Y&t=68s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há a história dela registrada ainda.É uma cigana que trabalha no clã dos ciganos solares. É do oriente, também necessito conhecer mais sobre essa falange.

      Excluir